Pesquise no Grupo AVPH
loading...

Australopithecus garhi

Australopithecus garhi - AVPH Australopithecus garhi - AVPH


      O Australopithecus garhi cujo nome Gahri na língua Afar significa "surpresa" pois os antropólogos não imaginavam que as espécies de Australopithecus poderiam ter existido até tão perto de nós, sendo o mais avançado Australopithecus até o momento da descoberta (pois recentemente foi descoberto o Australopithecus sediba que demonstra traços mais avançados que o A. garhi) e "Australopithecus" tem origem no Latim australis "do sul" e no Grego pithekos "macaco". Os A. garhi viveram há aproximadamente 3,0 a 2,0 milhões de anos atrás durante o período Pleistoceno na Depressão de Afar na Etiópia, à beira de lagos e cercado por pastagens.

      Os primeiros fósseis foram encontrados por Tim White, em 1996, próximo da cidade de Bouri, no rio Awash. A espécie foi confirmada e estabelecida como A. garhi em 20 de novembro de 1997 pelo paleontólogo etíope Haile-Selassie.
      Os A. garhi apresentam diversas características morfológicas primitivas, compartilhadas de seus ancestrais, porém também apresenta outras características morfológicas únicas que os tornavam mais adaptados as condições ambientais, sua dentição era distinta dos A. afarensis e A. africanus devido características dos maxilares, os pré-molares e molares dos A. garhi mostram certa semelhança com os hominídeos do gênero Paranthropus, que são maiores e mais robustos do que os australopitecos, gerando uma adaptação a mastigação de alimentos mais duros ou mais difíceis de digerir e ao mesmo tempo, se alimentar de maneiras diferentes.

      Os A. garhi são conhecidos a partir de poucos espécimes, entre eles estão fósseis de crânios, maxilares inferiores e superiores, partes frontal superior e laterais de crânios, dentes, membros e troncos. Esses fósseis demonstram comprimento dos membros mais parecida com os dos Homo sapiens do que com os de macacos atuais, exceto os antebraços, que tinham proporções similares as de macacos, os fêmures (osso da coxa) eram mais longos do que A. afarensis, essas características indicam grandes probabilidades de bipedalidade, ou seja, de caminhar sobre duas pernas, possuíam uma face prognata (projetada para a frente), caninos grandes em comparação com o tamanho de seus molares, apresentavam crista sagital (linha levantada ao longo do topo do crânio, onde o músculo temporal responsável pelo fechamento da mandíbula durante a mastigação fica ancorado), sua capacidade craniana é estimada em 450 centímetros cúbicos (similar aos A. Afarensis).

      Artefatos primitivos de pedra foram descobertos juntos com os fósseis de A. garhi, os mesmos são datados de 2,6 milhões de anos atrás, ossos de animais com marcas de corte também são encontradas nesse período, indicando que esses artefatos eram utilizados para abater os animais e comer sua carne, sendo assim, esses artefatos seriam as ferramentas de pedra mais antigas conhecidas e os A. garhi seriam a espécie mais antiga de hominídeo a confeccionar ferramentas de pedra. Contradizendo o que muitos paleoantropólogos acreditavam, de que somente o gênero Homo tinha capacidade cerebral para confeccionar ferramentas. Essas ferramentas consistiam em cerca de 3.000 artefatos toscos, com cantos talhados e lascas de pedra em Bouri, as mesmas lembram vagamente a tecnologia de Olduvay e St. Acheul, sendo essas ferramentas mais antigas que as de Homo habilis, que era considerado o homem habilidoso "fabricante de ferramentas mais antigo conhecido".

Provável som que ele emitia:


Dados do Primata:
Nome: Australopithecus garhi
Nome Científico: Australopithecus garhi
Época: Plioceno
Local onde viveu: África
Peso: Cerca de 50 quilogramas
Tamanho: 1,5 metros de altura
Alimentação: Onívora

Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Subordem: Haplorrhini
Superfamília: Hominoidea
Família: Hominidae
Subfamília: Homininae
Gênero: Australopithecus
Espécie: Australopithecus garhi, Asfaw et al., 1997

Paleoilustração:
- David L. Brill, Atlanta, 1999.

Referências:
- http://www.becominghuman.org/node/human-lineage-through-time
- http://www.hominides.com/html/ancetres/australopithecus-garhi.php
- http://www.talkorigins.org/faqs/homs/species.html



loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.