Pesquise no Grupo AVPH
loading...

Tartaruga gigante de Madagascar de carapaça plana

Dipsochelys grandidieri - AVPH Dipsochelys grandidieri - AVPH

    A Tartaruga gigante de Madagascar de carapaça plana (Aldabrachelys grandidieri) foi uma tartaruga terrestre de enorme proporções que viveu até 1000 anos atras (no ano de 884 d.C.) o durante o Holoceno na Ilha de Madagascar, Oceano Indico.


    Essa enorme tartaruga podia atingir cerca de 1,55 metros de comprimento curvilíneo de carapaça, 1,25 metros de comprimento linear de carapaça e 0,85 metro de largura da carapaça, pesando cerca de 250 quilogramas. Os machos eram maiores que as fêmeas e ambos podiam viver mais de 100 anos.

    Se alimentavam de folhas, frutas, caules de cactos, raízes, sementes e até carniça. Tudo que fosse comestível era aproveitado por elas.

    Sua extinção foi causada devido a intervenção humana na Ilha de Madagascar. A ilha foi colonizada por malaio-polinésios há dois mil anos atrás, que introduziram o cultivo da banana, fruta-pão, coco, cana-de-açúcar, araruta, arroz e inhame, prejudicando de forma intensa o estilo de vida das tartarugas e podem ter levado a espécie a extinção. A partir do século X começam a migrar povos africanos e comerciantes árabes. Em 1500 o navegador português Diogo Dias batiza a ilha de São Lourenço. Os franceses fundam em 1643 Fort Dauphin, atual Toliara no extremo sul da ilha, que servia como base de proteção às possessões francesas nas Ilhas Reunião. Em 1885 a França transformou Madagascar em protetorado e, em 1896, em colônia. A independência foi obtida em 1960.

    Somente partes de restos foram encontradas na parte sudoeste da Ilha de Madagascar, esses materiais foram datados entre 300 antes de cristo e 750 depois de cristo.

Dados do quelônio:
Nome: Tartaruga gigante de Madagascar de carapaça plana
Nome Científico: Aldabrachelys grandidieri
Época: Holoceno
Local em que viveu: Ilha de Madagascar
Peso: Cerca de 250 quilogramas
Tamanho: 1,25 metros de comprimento linear de carapaça
Alimentação: Herbívora

Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Ordem: Testudines
Família: Testudinidae
Gênero: Aldabrachelys
Espécie: Aldabrachelys grandidieri (Vaillant, 1885)

Sinônimos: Emys gigantea Grandidier in Milne-Edwards, 1868.
Testudo gigantea Grandidier in Milne-Edwards, 1868.
Testudo grandidieri Vaillant, 1885.
Geochelone grandidieri Vaillant, 1885.
Dipsochelys grandidieri Vaillant, 1885.
Aldabrachelys grandidieri Vaillant, 1885.
Megalochelys grandidieri Vaillant, 1885.
Testudo madagascariensis Rothschild, 1915.

Paleoarte:
- AVPH.

Referências:
- Anders G.J. Rhodin, Scott Thomson, Georgios L. Georgalis, Hans-Volker Karl, Igor G. Danilov, Akio Takahashi, Marcelo S. de la Fuente, Jason R. Bourque, Massimo Delfino, Roger Bour, John B. Iverson, H. Bradley Shaffer, Peter Paul van Dijk, "Turtles and Tortoises of the World During the Rise and Global Spread of Humanity: First Checklist and Review of Extinct Pleistocene and Holocene Chelonians", Chelonian Research Monographs (ISSN 1088-7105) No. 5, doi:10.3854/crm.5.000e.fossil. checklist.v1. 2015.
- Arnold, E.N. 1979. Indian Ocean giant tortoises: Their systematics and island adaptations. Philosophical Transactions of the Royal Society of London: B. Biological Sciences 286(1011):127-145.
- Gerlach, J. 2004. Giant tortoises of the Indian Ocean. The genus Dipsochelys inhabiting the Seychelles Islands and the extinct giants of Madagascar and the Mascarenes. Edition Chimaira, Frankfurt, 208 pp.
- Gerlach, J. & Canning, K.L. 1997. Evolution and history of the giant tortoises of the Aldabra island group. Testudo 4(3):33-40.
- Gerlach, J. & Canning, K.L. 1998. Taxonomy of Indian Ocean giant tortoises (Dipsochelys). Chelonian Conservation and Biology 3(1):3-19.



loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.