Pesquise no Grupo AVPH
loading...

Homo heidelbergensis

Homo heidelbergensis - AVPH
Homo heidelbergensis - AVPH Homo heidelbergensis - AVPH Homo heidelbergensis - AVPH
Homo heidelbergensis - AVPH



      O Homo heidelbergensis cujo o nome significa "homem de Heidelberg" local onde os primeiros fósseis foram descobertos, em Heidelberg na Alemanha, viveu há aproximadamente 780 mil a 250 mil anos atrás durante o Pleistoceno na África, Europa e Ásia.

      Acredita-se que o H. heidelbergensis tenha surgido na África como uma evolução dos Homo antecessor ou Homo ergaster (Homo erectus africano), que sendo bem sucedido em seu meio, tenha iniciado uma expansão comum para as espécies do gênero Homo, saindo da África há cerca de 700 mil anos atrás, indo para a Europa e Ásia. Iniciaram então um processo de adaptação ao frio intenso, evoluindo gradativamente a um hominídeo mais baixo, compacto e forte, resultando há cerca de 230 mil anos atrás no Homo neanderthalensis.

      Os H. heidelbergensis que permaneceram na África também sofreram processo similar de adaptação ao meio, com exigências diferentes. Entretanto não se sabe ao certo, talvez sendo necessário evoluir intelectualmente, resultando há cerca de 200 mil anos atrás no Homo sapiens ou então sendo extinto pelo H. sapiens que tenha surgido a partir de outra espécie de hominídeo. Sendo as teorias mais aceitas as de que o H. heidelbergensis seria apenas um intermediário do H. antecessor a caminho evolutivo do H. neanderthalensis, mas não existe ainda confirmação.

       Em sua dieta ocorre um predomínio de carne, com diversas evidências de caça e o desenvolvimento de grandes machados de pedra e venábulos rústicos (lança de arremesso) de madeira. A caça se desenvolveu entre os H. heidelbergensis por que as condições ecológicas da Europa eram extremamente frias no inverno e nesse período havia poucos alimentos vegetais disponíveis, restando apenas recorrer a carne, que poderia ser encontrada em animais mortos (carniça), roubada de outros predadores e da caça, que acabou influenciando o surgimento de condutas sociais especializadas, demonstrando elevados níveis de cooperação social, formando grupos de H. heidelbergensis organizados para caçar em larga escala, utilizando até armadilhas naturais em seu auxílio.

      Selecionados pelo ambiente os H. heidelbergensis se tornaram altos, com os machos variando entre 1,75 a 1,80 metros de altura e se tornaram muito fortes, podendo pesar mais de 100 quilogramas, as fêmeas mediam cerca de 1,65 metros de altura e pesavam cerca de 70 quilogramas, ambos apresentavam um grande crânio com volume cerebral de 1.350 cm³, similar ao homem atual, com mandíbulas salientes e grande abertura nasal. A parte traseira do crânio é mais arredondado do que nos H. erectus e H. ergaster e as maçãs do rosto eram salientes, como nos H. neanderthalensis, ainda que a face seja mais plana. O aparelho fonador é similar ao dos homens atuais, sugerindo que a linguagem rudimentar já estava presente.

      Os utensílios encontrados com os fósseis consistem basicamente em "pedras de cortar" e algumas ferramentas de lascas, como pontas e raspadores de madeira, ossos e chifres, sendo os iniciadores desta técnica. Dentro desta tecnologia está o machado de mão, talhado em ambas as faces. Sua utilidade era muito diversa: de acordo com a análise de outras pedras, o machado de mão era usado para curtir peles e trabalhar em madeira. Há 400 mil anos atrás, já utilizavam lanças de madeira rudimentares. As ferramentas desenvolvidas nesse período receberam o nome de Acheulean e são caracterizadas por serem mais finas, mais simétricas e por possuíram mais cicatrizes de lascas de pedras arrancadas durante a confecção, se comparadas com as confeccionadas pelos H. erectus. Essas ferramentas Acheulean foram encontradas em diversos locais na Espanha, França e Itália. Nesta época, o fogo já era utilizado e diversas evidências de fogueiras foram encontradas.

Dados do Mamífero:
Nome: Homem de Heidelberg
Nome Científico: Homo heidelbergensis
Época: Pleistoceno
Local onde viveu: África, Europa e Ásia
Peso: Cerca de 100 quilogramas
Tamanho: 1,82 metros de altura
Alimentação: Onívora


Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Subordem: Haplorrhini
Superfamília: Hominoidea
Família: Hominidae
Subfamília: Homininae
Gênero: Homo
Espécie: Homo heidelbergensis, Schoetensack, 1908

Referências:
- http://humanorigins.si.edu/evidence/human-fossils/species/homo-heidelbergensis
- http://www.becominghuman.org/node/human-lineage-through-time
Paleoilustrador:
- John Gurche - Reconstruction based on Kabwe for the Human Origins Program, NMNH.



loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.