Pesquise no Grupo AVPH
    Faça uma Doação R$5,00

Macrauchenia

 

    O Macrauchenia (Macrauchenia patachonica) cujo nome tem origem no grego e Macro significa "grande", Auchenia significa "Lhama" e patachonica em referência ao local onde foi encontrada ("Grande Lhama da Patagônia"). Essa espécie viveu há aproximadamente ente 7 milhões e 10 mil anos atrás, durante os períodos Mioceno e Pleistoceno, no sul da América do Sul.

    Eram muito semelhante aos atuais dromedários, porém possuía uma pequena tromba semelhante a dos elefantes. Vivia em pequenos grupos familiares pastando nas planícies sul-americanas, utilizando sua pequena tromba para desfolhar árvores e arbustos. Provavelmente o Macrauchenia é pertencente há um grupo de mamíferos extintos chamados Litopterna que só foram encontrados na América do Sul.

    Charles Darwin durante sua viagem pela América do Sul, descobriu em 1834, na Patagônia Argentina e no Uruguai, fósseis de um bizarro animal pré-histórico, que foi chamado de Macrauchenia patachonica. Essa espécie pertencia ao grupo dos ungulados, que era um grupo de mamíferos extintos considerada pelo naturalista britânico como "os animais mais estranhos já descobertos". Devido as características diferenciadas desses animais descobertos, pois "a criatura parecia ter corpo semelhante ao do camelo, cabeça de anta, pescoço e pernas compridas e uma tromba no alto da cabeça", Darwin pediu ajuda ao renomado paleontólogo britânico Richar Owen para determinar em qual grupo de mamíferos se encaixavam os ungulados. Owen sugeriu um parentesco dos ungulados com as lhamas, devido os longos pescoços, entretanto essa hipótese foi foi descartada após novas descobertas. No final Owen não chegou a uma conclusão amplamente aceita e o problema persistiu até os dias atuais.

    Um estudo publicado em 2017 na revista Nature Communications, mostrou através de análise de DNA mitocondrial de um espécime fóssil encontrado no sul do Chile, que os ungulados e a Macrauchenia, pertencem ao grupo dos Perissodáctilos, que inclui os cavalos, as zebras, os rinocerontes e as antas.

Dados do Mamífero:
Nome: Macrauchenia
Nome Científico: Macrauchenia patachonica
Época: Mioceno e Pleistoceno
Local onde viveu: América do Sul
Peso: Cerca de 900 quilos
Tamanho: 2,6 metros de altura e 3,0 metros de comprimento
Alimentação: Herbívora

Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Perissodactyla
Subordem: †Litopterna
Família: †Macraucheniidae
Gênero: †Macrauchenia
Espécie: Macrauchenia patachonica Owen, 1838.

Paleoarte:
- .

Referências:
- "Darwin Correspondence Project - Letter 238 — Darwin, C. R. to Henslow, J. S., Mar 1834". Retrieved 2008-12-19.
- Michael Westbury, Sina Baleka, Axel Barlow, Stefanie Hartmann, Johanna L.A. Paijmans, Alejandro Kramarz, Analía M Forasiepi, Mariano Bond, Javier N. Gelfo, Marcelo A. Reguero, Patricio López-Mendoza, Matias Taglioretti, Fernando Scaglia, Andrés Rinderknecht, Washington Jones, Francisco Mena, Guillaume Billet, Christian de Muizon, José Luis Aguilar, Ross D.E. MacPhee & Michael Hofreiter, "A mitogenomic timetree for Darwin’s enigmatic South American mammal Macrauchenia patachonica", Nature Communications 8, Article number: 15951 (2017), doi:10.1038/ncomms15951.
- Owen 1838, p. 35.



loading...
loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.