Pesquise no Grupo AVPH
loading...

Era Paleoproterozóico


   Iniciou a 2,5 bilhões de anos atrás e terminou a 1,6 bilhões de anos atrás. Muitos dos eventos da historia da terra e da vida ocorreram durante o proterozóico, os principais foram: a formação de grandes continentes que começaram a se estabilizar, o surgimento das modernas placas tectônicas, oxigenação da atmosfera no Paleoproterozóico, proporcionando a “catástrofe do oxigênio” e a consecutiva extinção em massa de organismos anaeróbicos.

   A Era Paleoproterozóico subdivide-se em 4 períodos:

    - Período Sideriano: vai de 2,5 bilhões à 2,3 bilhões de anos atrás.

    - Período Rhyaciano: vai de 2,3 bilhões à 2,05 bilhões de anos atrás.

    - Período Orosiriano: vai de 2,05 bilhões à 1,8 bilhões de anos atrás.

    - Período Statheriano: vai de 1,8 bilhões à 1,6 bilhões de anos atrás.


   A crosta da Terra era solida, entretanto era instável e geologicamente mais ativa, devido a elevada temperatura do manto que proporcionava uma elevada taxa de reciclagem da crosta e um intenso vulcanismo e tectonismo. As placas continentais se moviam e colidiam umas com as outras com elevada frequência, provocando constantes mudanças na superfície do Planeta (montanhas, mares, vales, planaltos, etc).

   No Gabão existe uma formação do Paleoproterozóico denominada de Francevillian Grup, com idade estimada de 2,1 bilhões de anos, onde são encontrados os primeiros organismos macroscópicos que coincide com o início da acumulação de oxigênio livre na atmosfera.

   Em diversas partes do mundo encontramos evidências da presença de óxidos do ferro em paleossolos (solos primitivos), onde ocorrem "camadas vermelhas" que contêm óxidos de ferro, apontando um aumento razoavelmente rápido nos níveis do oxigênio. O oxigênio no arqueano era menos de 1% dos níveis atuais, mas a aproximadamente 1,8 bilhão de anos, níveis de oxigênio eram maiores que 10% dos níveis atuais segundo levantamento (Holland, 1994), este evento tem sido denominado de "catástrofe do oxigênio", pois o oxigênio é um destruidor poderoso de compostos orgânicos e muitas bactérias são destruídas pelo oxigênio. Os organismos tiveram que desenvolver métodos bioquímicos para reter o oxigênio, um destes métodos foi a respiração aeróbica.

   Evidências paleontológicas indicam que a rotação da Terra neste tempo (há cerca de 1,8 bilhões de anos atrás), possuía aproximadamente 450 dias por ano e 20 horas por dia.

Referências:
- http://www.stratigraphy.org/index.php/ics-chart-timescale



loading...
loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.