Pesquise no Grupo AVPH
    Faça uma Doação R$5,00
Loading...

Pampadromaeus

    O Pampadromaeus (Pampadromaeus barbarenai) foi um pequeno dinossauro herbívoro cujo nome Dromues tem origem no grego e significa "corredor" e Pampa em referência à paisagem do local onde foi encontrado, "O corredor dos pampas", devido o formato de suas pernas que indicavam serem de um bom corredor. O nome específico "barbarenai" homenageia o paleontólogo gaúcho Mário Costa Barberena. Essa espécie viveu há aproximadamente entre 230 e 228 milhões de anos atrás, durante o período Triássico (Carniano) no Rio Grande do Sul, Brasil.

    Eram dinossauros sauropodomorfos, pequenos herbívoros bípedes, dos mais antigos dinossauros que já existiram. Mediam cerca de 1,2 metros de comprimento, 0,5 metro de altura e pesavam quase 15 quilogramas. Os Pampadromaeus possuem características únicas que os diferem dos outros sauropodomorfos, são elas uma espécie de combinação com outro grupo de dinossauros, os terópodes. A prémaxila é apontada para baixo formando um espaço com a maxila, os dentes anteriores são mais serilhados. Possuáim também um grande crânio, um fêmur curto, apenas duas vértebras sacrais e 88 dentes no total. Esses dentes eram grandes, alongados, ligeiramente recurvados, pontiagudos e serrilhados. A forma da perna indica que o Pampadromaeus foi bom corredor. Ele foi classificado como Sauropodomorfo basal em 4 diferentes análises cladísticas, contudo devido suas características únicas, esta posição não foi muito bem definida, pois existem grandes dificuldades em se determinar a filogenia correta da espécie.

    Seus restos fósseis (holotipo ULBRAPVT016) que pertencem há um esqueleto desarticulado parcial, bem preservado de um único indivíduo que inclui um crânio com mandíbula, vértebras dorsais, sacrais e caudais, elementos da cintura escapular, os membros anteriores e posteriores e um ílio. Foram coletados na biozona superior do Membro Alemoa, da Formação Santa Maria na cidade de Agudo, no local Várzea do Agudo do Geoparque Paleorrota (Grupo Rosário do Sul). Foi descrito e nomeado como espécie tipo por Sergio F. Cabreira, Cesar L. Schultz, Jonathas S. Bittencourt, Marina B. Soares, Daniel C. Fortier, Lúcio R. Silva e Max C. Langer em 2011.

Dados do Dinossauro:
Nome: Pampadromaeus
Nome Científico: Pampadromaeus barbarenai
Época: Cretáceo
Local em que viveu:Brasil
Peso: Cerca de 15 quilogramas
Tamanho: 0,5 metro de altura e 1,2 metros de comprimento
Alimentação: Herbívora

Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Reptilia
Clado: Dinosauria
Ordem: Saurischia
Subordem: Sauropodomorpha
Superfamília: Tyrannoraptora
Família: Compsognathidae
Gênero: Pampadromaeus
Espécie: Pampadromaeus barbarenai Cabreira et al., 2011.

Paleoarte:
- Rodolfo Nogueira.

Referências:
- Cabreira, Sergio F., Cesar L. Schultz, Jonathas S. Bittencourt, Marina B. Soares, Daniel C. Fortier, Lúcio R. Silva and Max C. Langer. (2011). "New stem-sauropodomorph (Dinosauria, Saurischia) from the Triassic of Brazil". Naturwissenschaften 98 (12): 1035-1040. DOI:10.1007/s0011401108580.



Loading...
loading...
loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.