Pesquise no Grupo AVPH
    Faça uma Doação R$5,00
Loading...

Onça Gigante Sul Americana

Onça Gigante - AVPH

   A Onça Gigante Sul Americana é uma subespécie de Onça pintada (Panthera onca) que viveu há aproximadamente entre 1,5 milhões a 10,8 mil anos atrás durante o Pleistoceno na América do Sul e Central.
   Essa espécie era um felino de grande porte, parente próximo das onças atuais, porém eram nem maiores, do tamanho dos leões atuais, atingindo cerca de 1,0 metros de altura e 2,9 metros de comprimento e o peso era próximo de 200 quilogramas. Seu corpo era robusto e musculoso, bem adaptado ao clima e forte o suficiente para abater as presas de sua época, como cervos, capivaras, antas, preguiças gigantes, lhamas e também para competir com os outros grandes predadores, pois conviviam com imensos tigres dentes de sabre, leões e ursos. Porém esses predadores eram maiores que as Onças gigantes e dessa forma elas tiveram que se adaptar as florestas fechadas, deixando os campos abertos para eles. Essa adaptação gerou a habilidade atual das onças em subir em árvores, a força suficiente para arrastar suas presas até o alto das árvores para proteger de predadores maiores, agilidade para caçar entre arbustos, troncos de árvores e na água, pois devido a constantes inundações que estas florestas estavam sujeitas, as onças desenvolveram uma das maiores habilidades aquáticas dentre os felinos.
   Foram encontrados dois espécimes fósseis recuperados da Cueva del Mylodon, no Chile e foram examinados por A. Cabrera em 1934, Outros fósseis foram encontrados em Piauí no Brasil.
   A família dos Felidae surgiu há cerca de 10 milhões de anos atrás e o gênero Panthera há aproximadamente 4 milhões de anos atrás. As Onças gigantes surgiram a partir de Pantheras oriundas da Ásia que cruzaram o Estreito de Bering há cerca de 2 milhões de anos atrás, chegando a América do Norte e em seguida migrando para sul através da América Central. Entraram em processo de extinção juntamente com as espécies da Megafauna, há 10,8 mil anos atrás.

Dados do Mamífero:
Nome: Onça Gigante Sul Americana
Nome Científico: Panthera onca mesembrina
Época: Pleistoceno
Local em que viveu:América do Sul
Peso: Cerca de 200 quilogramas
Tamanho: 1,0 metros de altura e 2,9 metros de comprimento
Alimentação: Carnívora

Classificação Científica:
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Carnivora
Família: Felidae
Gênero: Panthera
Espécie: Panthera onca mesembrina Cabrera, 1934

Sinônimos:
- Pantera Gigante da Patagônia

Referências:
- Cabrera A. 1934. Los yaguares vivientes y extinguidos de la América austral. Notas Preliminares del Museo de la Plata 2:34-50.
- F. M. Martín, 2008. Bone Crunching felids at the end of the Pleistocene in Fuego-Patagonia, Chile. Vol. 6. http://www.journaltaphonomy.com/JT-articles/2008/2008-3-4/jt72.pdf.



Loading...
loading...
loading...
   ® Atlas Virtual da Pré-História - AVPH.com.br | Conteúdo sob Licença Creative Commons | Política de Privacidade | Termos de Compromisso | Projeto: AVPH Produções
    Obs.: Caso encontre alguma informação incoerente contida neste site, tenha alguma dúvida ou queira alguma informação adicional é só nos mandar um e-mail. Tenha uma boa consulta !!!.